Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/05/19 às 12h58 - Atualizado em 15/08/19 às 16h58

Paco Britto celebra Acordo de Intenção com empresas europeias da área da saúde

COMPARTILHAR

O vice-governador Paco Britto firmou, na manhã desta quarta-feira (8), um Acordo de Intenção com as empresas europeias PFM Medical AG e suas representadas, a fim de que se instalem indústrias de equipamentos e produtos hospitalares no Distrito Federal. Paco Britto teve total apoio do governador Ibaneis Rocha, que determinou à sua equipe esforços no sentido de estimular e viabilizar a vinda desses investidores e empreendedores para o DF. O acordo foi feito após reuniões nos dias 7 e 8 deste mês, no Palácio do Buriti, com representantes das empresas alemãs, que atuam há mais de 40 anos no mercado internacional. Também participaram do encontro os secretários de Saúde, Osnei Okumoto; de Fazenda, André Clemente; o presidente da Terracap, Gilberto Occhi e representantes do Instituto Hospital de Base (IHB).
Paco Britto ressaltou sobre a importância desse acordo. “O governo tem urgências em construir unidades, em várias localidades, que necessitam de atendimento médico-hospitalar básico e na criação e ampliação da rede hospitalar”, sintetizou. O secretário Okumoto observou sobre o nível tecnológico das empresas. “Estou impressionado”, frisou.
Os representantes das empresas sinalizaram como positiva essa parceria e classificaram Brasília como uma cidade moderna, e “que não poderia ter lugar melhor para esses modulares”. Também expressaram, por várias vezes, durante a reunião, sobre a agilidade e a presteza do vice-governador e equipe do governo no trato das negociações.
No Brasil, essas empresas são representadas pela Queiroz Advogados Associados. Segundo o proprietário, advogado Wellington de Queiroz, presente às reuniões, “as empresas vieram revolucionar os aspectos de tecnologia e inovação no segmento médico-hospitalar”. Além disso, emendou, oferece garantia de 30 anos, na montagem dos equipamentos e estruturas. Já a PFM Medical Campus, com 40 anos no mercado, pretende trazer, fabricar e licenciar 300 outros produtos patenteados, que são novidades no mercado nacional, para o Brasil e, especificamente, para Brasília.
É interesse dos empresários em produzir, no DF, uma gama de produtos referentes às suas áreas de competência, como cirurgia, histotecnologia (estudo das doenças e anormalidades dos tecidos) tecnologias cardiovasculares, gestão de fluidos e terapia intensiva e anestesia. Além disso, deverão produzir instalações médicas modulares plenamente equipadas em base turn-key (projeto cujo produto é entregue completo).
Também participou dos encontros a Nicoletti Group, há oito anos atuando em alguns estados brasileiros, vinculada a fundos de investimentos internacionais. O grupo é responsável por estruturar e estimular empresas e indústrias internacionais para investir no Brasil.
Para as futuras instalações no DF, Paco Britto comprometeu-se em examinar e responder a proposta que será apresentada por escrito pela empresa alemã, após exames das secretarias e agências competentes do GDF.
As negociações são fruto da viagem do vice-governador Paco Britto e comitiva à Europa, em abril último, com o objetivo de buscar parcerias e investimentos para projetos estruturantes da Capital Federal. A missão visitou empresas privadas e agências de desenvolvimento em Estocolmo, na Suécia; Berlim, na Alemanha e Lisboa, em Portugal.