Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/08/19 às 14h19 - Atualizado em 29/08/19 às 14h22

Servidores do Hospital Regional de Ceilândia são homenageados

COMPARTILHAR

Presente ao evento, o vice-governador Paco Britto também recebeu homenagens pelos relevantes serviços prestados ao Distrito Federal. “Em nome do governador Ibaneis, quero parabenizar não só os homenageados, mas os 1.900 servidores que atuam diariamente na Saúde e no atendimento à população”, valorizou Paco.

 

O vice-governador destacou a importância da política de humanização do atendimento. Também fez questão de ressaltar o compromisso do GDF em priorizar o setor, com a contratação de novos servidores e o investimento nas construções e nas reformas pontuais nas unidades hospitalares.

 

Força-tarefa

 

Presidindo a sessão solene, o deputado Jorge Vianna se referiu ao HRC como “hospital referência no DF, graças ao trabalho árduo dos servidores”. Em seguida, aproveitou para anunciar que a diretoria do hospital, por meio de uma força-tarefa, vem diminuindo as filas de pacientes operados. “Não existe fórmula certa, mas pílulas para resolver os problemas”, resumiu.

 

Segundo o deputado, o impacto na taxa pelo tempo de ocupação dos pacientes nas unidades hospitalares é muito alto. Ele citou a taxa de ocupação de casos de pacientes que permanecem na UTI por não terem garantia imediata de fazer hemodiálise. “São R$ 5 mil a diária, e uma sessão de hemodiálise custa R$ 500”, lembrou.

 

“O hospital é referência de trauma”, lembrou o superintendente da Região de Saúde Oeste, Roberto dos Reis Ferreira Cortes. “São cinco, seis, sete pacientes de emergência para serem operados de imediato. Aqui, são 200% de capacidade, pois são dois hospitais na estrutura de um. Em 50 dias trabalhando [na unidade], eu não vi ninguém virar as costas [para os pacientes].”

 

Para o diretor de Atenção Primária, Maurício Fiorenza, o desafio é grande. Ele ressaltou que saúde pública carece de múltiplos fatores para que se possa atender com excelência à população. “Tenho visitado todas as unidades”, afirmou.

 

Reconhecimento

 

Entre os servidores homenageados, estava a técnica em enfermagem Agrícia Lourdes dos Santos Machado, de 47 anos, que recebeu o certificado das mãos do vice-governador. Ela já atuou no pronto-socorro do HRC, unidade onde trabalha há 24 anos, 22 dos quais dedicados ao setor de aleitamento materno.

 

“Também sou enfermeira formada e dou aulas, e essa moção representa o reconhecimento do meu trabalho”, comentou Agrícia, reiterando a dedicação ao trabalho como uma característica comum aos servidores daquela unidade.

 

Prestigiaram o evento o secretário de Relações Internacionais, embaixador Pedro Luiz Rodrigues; o diretor hospitalar do HRC, Amilton Pereira Bueno e o diretor-regional de Atenção Especializada, Lucimir Henrique Pessoa, além de médicos; servidores do HRC, membros do Conselho de Saúde, representantes do núcleo de atendimento pré-hospitalar Oeste do Samu e lideranças comunitárias.