Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/06/19 às 22h48 - Atualizado em 11/06/19 às 16h49

Paco Britto prestigia cerimônia de abertura da 35ª Feira do Livro de Brasília

COMPARTILHAR

Paco Britto esteve entre as autoridades e convidados especiais da noite de abertura da Felib / Foto: Vinicius de Melo/Agência Brasília

 

 

Lucíola Barbosa

 

Na noite desta quinta-feira (6), o vice-governador Paco Britto compareceu à cerimônia de abertura da 35ª Feira do Livro de Brasília (Felib), no Complexo Cultural da República, em evento no qual também marcaram presença o secretário de Cultura, Adão Cândido, e representantes das demais secretarias do GDF, além de parlamentares, prefeitos e autoridades convidadas. Na oportunidade, Paco ressaltou que o governador Ibaneis Rocha valoriza as manifestações culturais e assistiu à apresentação dos homenageados, que, no auditório da Biblioteca Nacional, declamaram poemas e trechos de suas obras.

A feira, que tem entrada franqueada ao público e se estende até o dia 16, está instalada em um espaço de 15 mil metros quadrados entre o Museu da República e a Biblioteca Nacional, na Esplanada dos Ministérios, com estrutura para receber 20 mil pessoas diariamente. Desde 2002, a Felib integra o calendário oficial de eventos do Distrito Federal. Segundo o coordenador do evento, Telmo Ribeiro, na edição deste ano, uma das metas da feira é ampliar a colaboração e o fomento cultural entre o DF e o Entorno.

 

Destaques
Durante a programação, diversas personalidades receberam homenagens, como a bibliotecária Maria da Conceição Moreira Salles (in memoriam), que implantou projetos para aproximar jovens e idosos da literatura. Tem a ver com o trabalho desenvolvido por ela o tema deste ano da Felib, “Biblioteca – Espaço do prazer e do aprender”.

Outro homenageado foi o influenciador digital João Doederlein, de 22 anos, que se autointitula um “artista da geração internet”. Ele contou que, aos 11 anos, já queria ser escritor, e que, com a internet, aprendeu que a poesia é para todo mundo”.

Também estiveram na abertura da feira o ilustrador, cartunista e artista plástico André Cerino, autor dos painéis da série “Galeria do Cerrado” – uma das trações da Felib –, e o escritor Maílson Furtado, vencedor do prêmio Jabuti 2018 nas categorias Melhor livro e Melhor poesia. “Foram a arte e a educação que me possibilitaram estar aqui”, declarou ele.

 

Trilogia

Outra presença de destaque na abertura da Felib era a escritora juvenil brasiliense Mariana Negreiros, de 16 anos, autora dos livros Os segredos de um colar e Os segredos dos guardiões – que serviram de tema para uma colorida exposição montada por sua mãe no local. “Sempre gostei de ler”, contou a jovem, que desde criança teve na mãe “a grande responsável” por sua paixão pela literatura.
Mariana já prepara a última obra dessa série, para compor uma trilogia. Ela cursa o segundo ano do ensino médio, diz ser “muito estudiosa” e pretende seguir carreira em direito (área penal) ou em psicologia. A literatura, afirma, também segue firme em seus planos.