Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/05/19 às 12h18 - Atualizado em 8/07/19 às 15h52

Paco Britto participa de homenagem aos 25 anos do Instituto Ayrton Senna

COMPARTILHAR

 

 

“O Instituto Ayrton Senna mantém acesa a chama da paixão que o piloto Ayrton Senna sempre demonstrou pelo Brasil.” Assim o governador em exercício, Paco Britto, traduziu o clima que tomou conta da sessão solene realizada na manhã desta terça-feira (28), no Plenário Ulysses Guimarães, da Câmara dos Deputados, em homenagem aos 25 anos do Instituto Ayrton Senna. A sessão foi presidida pelo requerente, deputado Carlos Tito, e contou com a presença da presidente do instituto, Viviane Senna.
A entidade tem sido uma importante ferramenta para ajudar o Brasil a diminuir as desigualdades sociais, ao oferecer oportunidades para o desenvolvimento de cerca de dois milhões de brasileiros em mais de 1,3 mil municípios. O reconhecimento é internacional, como demonstra o título de Cátedra de Educação e Desenvolvimento Humano, concedida pela Unesco, outorgado ao instituto pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Segundo Viviane, o instituto forma centenas de professores por ano, além de atender 1,5 milhão de alunos pelo país.

Educação
“O instituto mantém vivas as maiores qualidades de Ayrton Senna: a resiliência, o brilho, o foco, a vontade de vencer”, elogiou Paco Britto, admirador confesso do piloto tricampeão mundial de Fórmula 1. “Em 25 anos, já foi capaz de modificar para melhor a vida de milhões de brasileiros, preparando as novas gerações para o futuro por meio da educação, oferecendo as ferramentas para enfrentar um mundo em constante transformação”.
Viviane Senna falou sobre a origem da entidade: “Como família, resolvemos plantar essa semente que Ayrton deixou e não teve tempo de plantar pessoalmente. O talento é muito importante, mas todos o temos. A diferença está na oportunidade de demonstrar esses talentos. E a mais importante das oportunidades é a educação”.
Convidado para compor a mesa, o ex-aluno do instituto Marcos Ferrari Júnior, hoje professor formado e atuando em Pereira Barreto, interior de São Paulo, falou sobre sua trajetória até passar a fazer parte do projeto Superação Jovem, desenvolvido pelo Instituto Ayrton Senna. “Eu era um aluno problemático, não gostava de estudar. Cheguei a jogar uma carteira em cima da professora. Mas ela não desistiu de mim, pois viu competência e habilidade, que nem eu sabia que tinha. Essa professora conseguiu desenvolver isso em mim.” Marcos conta que adaptou o projeto desenvolvido no instituto para as salas de aula em que leciona.

Ayrton Senna
Piloto brilhante, Ayrton Senna tornou-se uma referência para o Brasil, mostrando que é possível vencer qualquer obstáculo com força de vontade e explorando o talento ao máximo. Ayrton morreu em 1° de maio de 1994, após uma colisão violenta ocorrida na sétima volta do Grande Prêmio de San Marino, na Itália. Discurso do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, lido durante o evento, citou que o piloto “sonhava com o dia em que todos os brasileiros pudessem sair vitoriosos e mostrou que a vitória está ao alcance de todos”. A solenidade contou, ainda, com a participação de deputados da Casa e do presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Luiz Roberto Liza Curi, que assistiram à exibição de um vídeo institucional sobre o instituto homenageado.