Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/12/18 às 14h06 - Atualizado em 11/06/19 às 16h55

? Sistema de esgotamento sanitário é entregue no Setor de Clubes Esportivos Sul

COMPARTILHAR

Criada com as primeiras edificações de Brasília, região ainda não tinha sistema de coleta de esgoto definitivo e fazia uso de fossas

O sistema de esgotamento sanitário do trecho 2 do Setor de Clubes Esportivos Sul foi entregue nesta quarta-feira (19). No total, 14 quilômetros de rede foram construídos para atender a região.

 

Foram criadas redes de esgoto e duas estações elevatórias: a primeira tem duas bombas com capacidade para vazão de bombeamento de 61,2 litros por segundo. Já a segunda possui três bombas com capacidade de 126,5 litros por segundo

De acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), cerca de 130 lotes, incluindo restaurantes, clubes e o Tribunal de Contas da União, serão beneficiados com a obra.

 

investimento soma R$ 8,8 milhões, com recursos do governo de Brasília. Apesar de ter surgido com as primeiras edificações da capital federal, o Setor de Clubes Sul ainda não tinha um sistema de coleta de esgoto definitivo.

 

“Antes era esgotamento individual, com fossas. Agora, a coleta e o tratamento de esgoto passam a ser responsabilidade da Caesb”, explicou o presidente da empresa pública, Maurício Luduvice.

 

No local, foram criadas redes de esgoto e duas estações elevatórias: C e D. A primeira tem duas bombas de recalque submersíveis, sendo uma reserva, e capacidade para vazão de bombeamento de 61,2 litros por segundo. Já a segunda possui três bombas, uma também é reserva, com capacidade de 126,5 litros por segundo.

 

O chefe da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais, Sérgio Sampaio, esteve na inauguração e destacou o trabalho da Caesb nos últimos quatro anos, com investimentos tanto para combater a crise hídrica quanto para saneamento.

 

Sobre o uso de fossas, ele pontuou que a medida “trazia um risco de contaminação, que agora está definitivamente resolvido”. Os resíduos dessa região serão direcionados para a Estação de Tratamento de Esgoto Sul.

 

REPORTAGEM: SAMIRA PÁDUA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

EDIÇÃO: AMANDA MARTIMON